loader image

Dicas para PcD: como escolher meu carro?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

“Qual o melhor carro?”, “Como escolher um carro?” ou “Entre carro A e B, qual eu compro?”. As respostas na maioria das vezes costumam ser as mesmas, inclusive responderei agora.

Depende! Sim, pois na compra de um modelo devem ser colocados na balança diversos custos, entre outras demandas de grande relevância, pois querendo ou não ficamos um tempo bom com o veículo.

Nossa pauta aqui será justamente essa, auxiliar eventuais companheiros nessa jornada do tão sonhado carro novo com todos os direitos almejados, destacando os principais tópicos que devem ser pensados na aquisição de um veículo. Vale citar que nosso objetivo é auxiliá-los a optarem por um veículo de modo consciente e sábio, não mirando uma opção em específico.

1°. Prioridades e necessidades

Uma das respostas mais dadas por nós quando recebemos esse tipo de pergunta é basicamente outra pergunta, questionamos o que a pessoa prioriza e necessita. Por qual motivo? Simples, o veículo escolhido deve servir os indivíduos que o utilizam de modo pleno, ou seja, que a maior quantidade de eventuais carências e necessidades venham ser supridas com aquele modelo.

Por exemplo, determinado modelo pode ser uma boa opção tendo em vista o acabamento, a segurança, os itens de série, entre outros fatores, contudo, num caso de uma pessoa cadeirante com família, dependendo do espaço interno e do porta-malas pode ser inviável.

2°. Custos de manutenção

Essa dica vai muito bem a calhar para pessoas que demandam bastante do veículo, utilizando por longos períodos e distâncias, aquela pessoa que trabalha em outra cidade, têm filhos em escola, casa distante do trabalho, quem curte um bom lazer e pegar uma estrada, entre outras pessoas que fazem grandes deslocamentos.

Ter um veículo envolve vários custos, inclusive a manutenção periódica e eventuais problemas que o carro venha apresentar fora da garantia, por exemplo. Desse modo, sempre que for procurar um modelo, busque ver a tabela de revisões e comparar com outros modelos, pois possa que tal modelo venha lhe atender em vários aspectos, mas o custo de manutenção se torne inviável para a pessoa.

3°. Consumo

Outro ponto importante no que diz respeito aos custos do veículo é o consumo, um dos aspectos mais abordados nos assuntos automotivos, uma vez que o preço do combustível encontra-se bem salgado em nosso país. Caso você seja uma pessoa que se encaixe em algum perfil mencionado acima sobre percorrer grandes distâncias, sugiro dar preferência a modelos que proporcionem maior economia de combustível, com a finalidade de não “estourar” seu orçamento com altos custos em postos.

Alguns veículos possuem motorizações bem atuais e que contribuem para maior eficiência energética, sobretudo os que possuem baixas cilindradas e turbo, o chamado downsizing. Caso possa esticar o orçamento, carros abastecidos a diesel podem ser uma boa saída.

4°. Itens de série e IPVA

Com cada vez menos modelos dentro do teto de ICMS vigente de R$ 70.000, tem se tornado uma missão difícil encontrar modelos numa faixa de preço razoável com ampla lista de itens, mais ainda as versões exclusivamente destinadas ao público PcD, que tendem a sofrer reduções para se adequarem ao teto. Com isso, a saída de algumas pessoas tem sido buscar opções acima do teto que ofereçam um bom bônus de fábrica, como Toyota Corolla GLi e XEi, Chevrolet Cruze, VW T-Cross, entre outras.

São bônus que na maioria das vezes compensam o valor do ICMS tributado no veículo, geralmente 12 a 15%. Porém, como a maioria dos estados possui como limite estipulado para isenção de IPVA o mesmo do ICMS, muitas pessoas acabam deixando de optar por modelos assim e ficando em modelos mais básicos para ter a isenção obtida, deixando até mesmo de ter alguma necessidade atendida.

Nosso conselho nessa questão é voltar aos tópicos anteriores da matéria e avaliar as opções dentro do orçamento pretendido e caso possa adquirir um modelo acima do teto que venha lhe atender com excelência, avalie os custos do veículo nos primeiros dois anos com ele, uma vez que a isenção do IPI lhe obriga a permanência no período. Caso os custos de aquisição, IPVA e manutenção no período caibam no orçamento, acredito que venha ser uma boa saída para ter um carro com todas as necessidades supridas, bom custo x benefício, conforto, entre outras qualidades

Vale ressaltar novamente que não é o intuito induzir você, caro leitor, a tomar alguma atitude aqui sugerida. Adquirir um carro envolve tempo, paciência, dinheiro, entre uma série de aspectos que merecem a atenção do comprador para que consiga conquistar e usufruir daquele bem de modo sábio, pleno e sadio.

A você que está escolhendo um carro, adquirindo ou acabou de adquirir um veículo, desejo boa sorte e sucesso com a escolha feita! Não vá totalmente pelas opiniões das pessoas, elas devem sim ser levadas em consideração, mas nesse assunto não há uma verdade absoluta, ou seja, não há carro bom ou ruim e sim carro que lhe atenda e caiba no bolso!

Informe seus Dados

Vamos começar seu processo PCD